Dom Pedro recebe visita da Comunidade Padre Pio

Bispo diocesano também ressaltou a importância do sacramento do matrimônio para dois filhos da CPP

O bispo da Diocese de Santo André, Dom Pedro Carlos Cipollini, recebeu na quarta-feira (23/01), a visita dos membros da Comunidade Padre Pio para um diálogo sobre o trabalho realizado em prol da população de rua e dos marginalizados da sociedade.

Estiveram presentes no encontro, o fundador da CPP, Moisés dos Anjos, e o missionário da CPP, Rogério Melo. Ambos demonstraram motivação em partilhar experiências com Dom Pedro.

Conversando sobre a importância do casamento, Moisés mencionou a Dom Pedro a alegria deste ano de dois filhos da comunidade receberem o sacramento do matrimônio. Por sua vez, o bispo diocesano salientou, baseado num discurso do Papa Francisco, que o sacramento do matrimônio “é um grande ato de fé e de amor. Testemunha a coragem de acreditar na beleza do ato criador de Deus e de viver aquele amor que leva a ir sempre além de si mesmo”.

Por fim, Rogério citou a relevância do encontro para a Comunidade Padre Pio, ao receber a benção, direcionamento e aconselhamento de Dom Pedro para os servos e consagrados da comunidade.

Conheça um pouco mais sobre a história da Comunidade Padre Pio

“Comunidade São Pio de Pietrelcina – Casa de Alivio ao Sofrimento”, designada simplesmente “Comunidade Pe Pio”, fundada em 18/04/2009, é uma associação civil, de cunho religioso, âmbito nacional e Utilidade Pública Federal, sem fins lucrativos, de caráter educacional, assistencial, beneficente e cultural, com prazo de duração indeterminado, com sede na Estr. da Xiboca n. 12 Zanzala – Riacho Grande,São Bernardo do Campo – São Paulo

Nosso carisma é ACOLHER, porque ACOLHER um ser humano é ACOLHER UMA PROMESSA

“Porque se meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me acolherá.” – Salmo 26.10

Traduzimos o carisma desta comunidade na acepção da palavra. Acolhemos irmãos em situação de rua, onde sua dignidade e originalidade estão perdidas. Seres que já não sabem mais se humanos são. Seres marcados pela auto violência que estão no ponto cume de sua fragilidade.

Comunidade São Pio de Pietrelcina é “Comunidade de acolhimento”. Nossos membros (missionários, consagrados e leigos) doam suas vidas, seus corações e suas ações aos irmãos acolhidos em situação de rua, que buscam a restauração. Para isso oferecemos uma oportunidade organizada e estruturada, para que cada um possa se ajudar através do seu esforço e persistência a reencontrar a própria dignidade.

Informações do missionário da CPP, Rogério Melo